O último relatório da OMS registrou que mais de quatro mil pessoas morreram e quase 30 mil pessoas foram diagnosticadas com tuberculose, uma doença evitável e curável. Um dos principais problemas para os números elevados e com tendência de crescimento é a falta de interesse dos Governos, com campanhas informativas e investimentos na prevenção da doença.