As infecções relacionadas à assistência à saúde são uma das complicações mais comumente encontradas em pacientes hospitalizados e representam um grande problema de saúde pública. Causa um aumento no tempo de permanência nas internações, ocasionando uma elevação de custos de assistência à saúde, e ameaçando o curso do tratamento.

As culturas de vigilância possuem um papel relevante nessas infecções. São essenciais na identificação precoce desses patógenos e tem como objetivo isolar e identificar microrganismos multirresistentes nos pacientes, para que as estratégias de contenção sejam imediatamente implantadas. Desta forma, evitam uma situação de surto no ambiente hospitalar.

Os principais microrganismos pesquisados em culturas de vigilância são: Staphylococcus aureus resistente à Oxacilina (MRSA), Enterococcus spp. Resistente à Vancomicina (VRE), Pseudomonas aeruginosa e Acinetobacter baumannii resistentes aos carbapenêmicos, Enterobactérias produtoras de beta-lactamase de espectro estendido (ESBL) e Enterobactérias produtoras de carbapenemases (KPC).

O Laboratório de Microbiologia Clínica possui a responsabilidade de realizar a cultura e liberar os resultados o mais rápido possível para ações de segurança à infecção relacionadas à saúde do paciente. 

Para mais informações sobre as disponibilidades em nossa linha de descartáveis e meios de cultura cromogênicos, fabricados com alta tecnologia, entre em contato com nossa equipe comercial através do e-mail [email protected]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">html</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

três × 4 =